Metas Psicoeducacionais


A intervenção psicoeducacional tem por objetivo ajudar a criança ou o adulto que está no Espectro do Autismo a desenvolver habilidades sociais, cognitivas, motoras e em AVD (Atividade de Vida Diária):

Metas em habilidades sociais:

  1. Atenção compartilhada:

    • Pessoa com autismo interagir com outra pessoa por mais tempo na mesma atividade
    • Participar de atividades físicas com objetos, simbólicas e de imaginação e jogos com regras
    • Apresentar a imitação social
    • Permitir contato físico
    • Demonstrar interesse e interagir com colega
    • Interagir com duas ou mais pessoas
    • Prestar atenção no mesmo evento de interesse de outra pessoa
    • Consolar o outro quando necessário
    • Oferecer ajuda ao outro quando necessário
    • Seguir instruções
    • Seguir um planejamento
    • Sentar-se a mesa para fazer as atividades
    • Participar de atividades em pequenos grupos
    • Compreensão e resposta às regras sociais em geral
  2. Contato visual

    • Olhar nos olhos para ter as necessidades atendidas
    • Olhar para iniciar e continuar a interação
    • Olhar para demonstrar interesse na interação
    • Olhar enquanto fala
    • Olhar enquanto escuta
    • Alternar o olhar entre duas ou mais pessoas
    • Olhar para manter a atenção do outro
    • Olhar para avaliar os sinais sociais do outro na interação
  3. Comunicação não verbal

    • Apontar
    • Imitar gestos simples e/ou fazê-los espontaneamente de acordo com o contexto: sim, não, tchau, oi, bater palma, gestos em geral
    • Compreender e responder aos gestos da outra pessoa
    • Utilizar gestos para reforçar ou ilustrar a comunicação verbal
    • Sorrir e/ou gargalhar durante a interação
    • Imitar expressões faciais variadas
    • Fazer expressões faciais variadas de acordo com o contexto
    • Avaliar, compreender e responder adequadamente às expressões faciais e comportamentos sociais do outro
  4. Comunicação verbal

    • Utilizar de aproximações de palavras a sentenças de 2 a 3 palavras para se comunicar
    • Falar com clareza de articulação e contextual
    • Comunicar-se verbalmente para ter as necessidade atendidas
    • Comunicar-se para iniciar e manter uma interação
    • Comunicar-se quando solicitado
    • Comunicar-se espontaneamente o que quer e o que não quer
    • Utilizar cumprimentos
    • Utilizar um tom doce para se comunicar
    • Utilizar adequadamente os pronomes pessoais e possessivos
    • Apresentar ciclos de conversação
    • Fazer comentários
    • Fazer perguntas factuais (o que, quando, quem, onde, por que)
    • Responder a perguntas factuais (o que, quando, quem, onde, por que)
    • Compartilhar experiências pessoais
    • Falar em volume, distância e velocidade socialmente aceitável
    • Variar a entonação de voz
    • Comunicar-se verbalmente para pedir permissão antes de executar uma ação ou para avisar que quer parar ou mudar de atividade
    • Utilizar referências do contexto para contar algo
    • Buscar informações pessoais durante uma conversa, sem ser inconveniente
    • Responder perguntas sobre informações pessoais
    • Fazer declarações, comentários e perguntas relevantes ao assunto da conversa
    • Esperar a própria vez para falar e ouvir o outro enquanto fala
    • Ser capaz de iniciar, manter e finalizar uma conversa educadamente
    • Responder a perguntas sobre seus sentimentos e ações
    • Perguntar aos outros o que pensam e como se sentem
    • Tomar iniciativa em compartilhar informação emotiva e experiências internas
    • Incluir a opinião dela dentro da conversa
    • Entender humor e figuras de linguagem
    • Demonstrar apreço pelas pessoas
  5. Flexibilidade

    • Aceitar calmamente e responder aos limites impostos
    • Participar fisicamente e verbalmente da interação
    • Permitir variações periféricas e centrais nas atividades interativas
    • Interagir em atividades novas ou escolhidas pelo outro
    • Interagir em jogos simbólicos e/ou com regras
    • Alternar a vez
    • Aceitar não ser o primeiro a jogar
    • Aceitar perder
    • Seguir instruções
    • Ficar feliz e persistir a tentar fazer algo que não domina
    • Cumprir acordos
    • Seguir o planejamento estabelecido
    • Aceitar ir a lugares estranhos, com pessoas que não conhece ou que tenham diferentes estímulos sensoriais
    • Conversar com pessoas que não são do seu convívio social
    • Ser cooperativo
    • Ser espontâneo nas interações
    • Ser flexível nas interações
    • Ter paciência em esperar

Metas em Atividade de Vida Diária:

  1. Controlar os esfíncteres
  2. Fazer sua higiene pessoal adequadamente: utilizar vaso sanitário, lavar as mãos, tomar banho sozinho, escovar os dentes
  3. Vestir-se sozinho
  4. Comer à mesa com talheres
  5. Guardar seus brinquedos